Sarcoidose

A sarcoidose é uma doença rara em clínica geral. No entanto é uma doença crónica que pode ser seguida nos cuidados primários, só ocasionalmente necessitando do recurso ao especialista, à semelhança de uma asma ou da diabetes.

A principal característica da sarcoidose é o desenvolvimento de granulomas não caseificados. O motivo do aparecimento destes granulomas é desconhecido. A beriliose, a pneumonite de hipersensibilidade, as infecções a fungos e micobactérias parecem estar implicadas no seu desenvolvimento, e por vezes é relatada a ocorrência simultânea de casos na mesma área geográfica e ao mesmo tempo. Na maioria dos doentes, porém, não é possível identificar um factor desencadeante. Parecem existir factores genéticos implicados, mas ainda não foi isolado nenhum gene. Podem ser afectados doentes de qualquer idade e qualquer órgão pode estar envolvido, sendo frequentemente a árvore respiratória em indivíduos jovens.

Os indivíduos de raça negra habitualmente apresentam formas mais graves e as lesões são muitas vezes extra-torácicas ao contrário do que acontece nos caucasianos. Nestes a doença evolui normalmente de forma crónica e no início pode ser assintomática.

- Sarcoidose.com

  • http://www.facebook.com/people/Bio-Free/100001660809197 Bio Free

    falou, falou e não disse nada

  • Dcafeitosa

    Quem escreve esse site ? Minha mâe tem diagnostico de Sarcoidose, estou em busca de especialista na área…Grata,

    Danielle- dcafeitosa@hotmail.com

    • Jonasbechelli63

      Recomendo Dr. Marcelo Amato medico Pneumologista muito ponderado do qual venho me tratando a um ano e meio o telefone do consultorio e 11 21146445. Boa Sorte. Jonas Bechelli

  • izabel zeferina

    eu fiz um exame e apareceu acido urico. porem nao tenho nenhum dia gnostico de doença q poderia aumentar o acido urico…o q tenho recorrente é infeccao urinaria , uso calcio para osteoporose, e hidroxicloroquina para artrose…

  • Ana Lopes

    Ola, a todos sou “portadora” de sarcoidose a dois anos, desde então que estou a tomar a cortisona no inicio de 40mg depois 35 depois 20mg, começou a ser difícil olhar no espelho. E desde ai comecei a baixar a medicação por minha autoria ate 5mg…. mas ai vinham as dores a falta de apetite o cansaço que esse e constante, ai aumentava a dose para 10mg…. as dores passavam e eu baixava a dose… ate a dois meses a trás que decidi deixar a medicação e foi ai o meu erro tive uma recaída, fui a consulta como todos os meses de vigia e viram que os plumões estava afetados, aumentaram a dose de novo desta vez para 60mg se em uma semana não estabiliza-se teriam de me internar, graças a deus esta a estabilizar mas com 20mg de cortisona não sei ate quando…. apesar de ter essa doença faz dois anos em Agosto as duvidas e as respostas que tenho sobre ela são bem poucas… só mesmo vivendo um dia de cada vez e aprendendo a viver o cansaço e tal igual quando estamos engripados aquele peso no corpo… mas tenho um filho que tem energia a mais e é nele que eu tiro a força para dar valor a minha vida. Obrigada e desculpem pelo testamento temos de pensar que á doenças bem piores…. bjs